Sexta, 19 de Julho de 2024
  • Sexta, 19 de Julho de 2024

Tarcísio dá aval para governo de São Paulo contratar estudo do Banco Mundial sobre desestatização da Sabesp

Gestor estadual deve assinar nesta segunda-feira a autorização para a Secretaria de Parcerias e Investimentos tirar projeto do papel

JOVEM PAN / JOVEM PAN


Tarcísio de Freitas afirma que está entusiasmado com projeto de desestatização da Sabesp / Marcelo S. Camargo/Governo do Estado de SP - 05/04/2023

O governador do Estado de São Paulo, Tarcísio de Freitas, indicou que assinará nesta segunda-feira, 10, a autorização para a Secretaria de Parcerias e Investimentos avançar na contratação da estruturação da desestatização da Sabesp, segundo informações da repórter Beatriz Manfredini, da TV Jovem Pan News. Os estudos de viabilidade serão feitos pela International Finance Corporation (IFC) — braço do Banco Mundial e considerada a maior instituição global voltada para o setor privado nos países em desenvolvimento. A previsão é que a IFC conclua os estudos em cerca de quatro meses. Na última quarta-feira, 5, o governador havia falado sobre o assunto durante participação em um fórum promovido pelo Bradesco. “O Estado de São Paulo tem uma tradição de trabalhar com a iniciativa privada, a gente entende que traz eficiência. Não é privatizar por privatizar, é para trazer mais eficiência e investimento. Estou extremamente otimista com a privatização da Sabesp porque os argumentos são muito bons”, disse. “É uma empresa que tem mais do que o dobro do custo por pessoa da iniciativa privada. Ideia é estruturar [a privatização] e ter condições de fazer no ano que vem”, completou. Tarcísio também assinará hoje documentos voltados para a mobilidade urbana e segurança pública. Leia também 'Governo de centro-direita, mas que respeita todos os eleitores', avalia Kassab sobre 100 dias da gestão Tarcísio Tarcísio inicia projeto para transferir sede do governo de São Paulo



Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.
Para mais informações, consulte nossa política de cookies.