Quarta, 17 de Julho de 2024
  • Quarta, 17 de Julho de 2024

Reajuste no preço da gasolina impacta e índice de inflação de Campo Grande sobe em março

Em março, além do segmento de transportes que teve o maior aumento do índice, o segmento de vestuário também teve alta expressiva

MIDIAMAX/PRISCILLA PERES


Preço na avenida Ceará (Foto: Fala Povo)

Consumidores precisaram lidar com o aumento no preço dos combustíveis em março e o reajuste impactou no índice de inflação de Campo Grande. Em março, o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) ficou em 0,68% na Capital.

Os dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta terça-feira (11), mostram que a inflação de março ficou acima do resultado de fevereiro, quando o índice foi influenciado pelo reajuste das mensalidades escolares.

Em março, além do segmento de transportes que teve o maior aumento do índice, o segmento de vestuário também teve alta expressiva. Além desses, despesas pessoas, comunicação e saúde foram os outros três segmentos com aumento.

Em contrapartida, os segmentos alimentação e bebidas, artigos de residências, habitação e educação tiveram retração em março.

Preço dos combustíveis influenciou inflação nacional

O IPCA de março foi de 0,71% e ficou 0,13 ponto percentual (p.p.) abaixo da taxa de fevereiro (0,84%). No ano, o IPCA acumula alta de 2,09% e, nos últimos 12 meses, de 4,65%, abaixo dos 5,60% observados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em março de 2022, a variação havia sido de 1,62%.



Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.
Para mais informações, consulte nossa política de cookies.