Sexta, 19 de Julho de 2024
  • Sexta, 19 de Julho de 2024

Ministro de Minas e Energia desiste de viagem à China de última hora

Alexandre Silveira estava entre os membros do alto escalão do governo que acompanhariam a comitiva presidencial

JOVEM PAN / JOVEM PAN


Silveira estava confirmado como um dos nove ministros que acompanhariam o chefe do Executivo a Pequim / TON MOLINA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, desistiu de última hora da viagem rumo à China na manhã desta terça-feira, 11. Inicialmente confirmado na comitiva presidencial, Silveira pediu ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para continuar no Brasil e cumprir agenda no país. Ele estava confirmado como um dos nove ministros que acompanhariam o chefe do Executivo a Pequim. Agora, a delegação oficial inclui oito ministros, são eles: Fernando Haddad (Fazenda), Marina Silva (Meio Ambiente e Mudança do Clima), Carlos Fávaro (Agricultura e Pecuária), Luciana Santos (Ciência, Tecnologia e Inovação), Mauro Vieira (Relações Exteriores), Paulo Teixeira (Desenvolvimento Agrário), Wellington Dias (Desenvolvimento e Assistência Social) e Juscelino Filho (Comunicações).  Além disso, também são previstas outras autoridades do governo, deputados e senadores, entre eles os deputados Tabata Amaral (PSB), André Janones (Avante) e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), e empresários. Os presidentes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), da Força Sindical e da União Geral de Trabalhadores (UGT) também estão na lista. O site da Jovem Pan tentou contato com o Ministério de Minas e Energia, mas não teve retorno até a publicação desta notícia. Leia também Lula viaja à China para 'construir parcerias' e diz que convidará Xi Jinping para visita ao Brasil Lula completa cem dias de governo com entraves na economia, atrito com o BC e políticas públicas recicladas



Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.
Para mais informações, consulte nossa política de cookies.