Sexta, 12 de Abril de 2024
  • Sexta, 12 de Abril de 2024

Sem gols na Copa, Griezmann afirma estar feliz com campanha da França

Atacante tem atuado de forma mais recuada, ajudando na organização

ROHITH NAIR E FERNANDO KALLAS


© Reuters/Molly Darlington/direitos reservados

O atacante francês Antoine Griezmann provou mais uma vez que é um grande jogador de equipe com outra grande atuação para ajudar a guiar sua seleção à segunda final consecutiva de Copa do Mundo nesta quarta-feira (14), com a vitória por 2 a 0 sobre o Marrocos.

Gols de Theo Hernandez e Randal Kolo Muani fizeram a diferença para a França, mas foi a combinação de força e inteligência de Griezmann em ambos os lados do campo que chamou a atenção.

O meia do Atlético de Madrid (Espanha) não marcou um único gol na Copa do Mundo no Catar, mas criou várias chances ao mesmo tempo em que criou espaços e quebrou jogadas dos adversários.

O meio-campista francês Paul Pogba, que está fora da Copa por lesão, chegou a sugerir no Instagram que Griezmann estava jogando como o volante N'Golo Kante (outro desfalque francês no Mundial), depois de outra atuação de gala contra o Marrocos, que rendeu ao atacante o prêmio de melhor jogador.

“Me sinto bem nas pernas, na cabeça. O trabalho que fiz nas férias e depois no Atletico me fez bem, era o que precisava. Procuro ajudar o time o máximo possível, como sempre', disse Griezmann.

Huge performances from these two today 💪🇫🇷#FIFAWorldCup | #Qatar2022 pic.twitter.com/zBYE5khwbm

“O Marrocos me impressionou esta noite, eles se armaram muito bem taticamente e defensivamente. No segundo tempo eles criaram muitas oportunidades', analisou.

“Marcar um gol cedo tornou as coisas mais fáceis para nós e o segundo nos deixou mais à vontade. Foi um jogo difícil que se resumiu a pequenos detalhes. Vamos tentar aprender com isso'.

A vitória garantiu uma final de dar água na boca contra a Argentina de Lionel Messi, que será disputada no Estádio de Lusail, no próximo domingo (18).

“Qualquer time com Messi é uma proposta diferente. Vimos a Argentina jogar, sabemos como eles jogam, é um time difícil de enfrentar e está em sua melhor forma', declarou Griezmann.

“Eles têm uma equipe forte montada em torno de Messi. Sabemos que eles terão muito apoio da torcida. Vamos ver onde podemos prejudicá-los e como podemos nos defender contra eles. Estaremos bem preparados'.

“Podemos fazer história, mas ainda há um longo caminho a percorrer, 90 minutos ou mais. É preciso manter os pés no chão', concluiu o atacante.

* É proibida a reprodução deste conteúdo.



Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.
Para mais informações, consulte nossa política de cookies.