Terça, 21 de Maio de 2024
  • Terça, 21 de Maio de 2024

Copa do Mundo: Deschamps empata com Felipão e é segundo técnico com mais vitórias

Técnico da França chega ao 14º triunfo em 18 jogos, se iguala ao brasileiro e agora está atrás apenas do alemão Helmut Schon, que tem 16: "Estou sempre orgulhoso"

GLOBOESPORTE.COM / BRUNO CASSUCCI E DANIEL MUNDIM


A trajetória da França, atual campeã, até a final da Copa do Mundo

Didier Deschamps agora é o segundo técnico com mais vitórias na Copa do Mundo. Após o 2 a 0 da França contra Marrocos, o treinador chegou ao 14º triunfo de sua carreira em Mundiais e empatou com o brasileiro Luiz Felipe Scolari. O francês está atrás apenas do alemão Helmut Schön, campeão em 1974 com a Alemanha.

Deschamps está em sua terceira Copa do Mundo e pode ser apenas o segundo técnico da história a ser bicampeão seguido. Apenas o italiano Vittorio Pozzo, em 1934 e 1938, conseguiu tal feito.

Real Madrid libera Benzema para assistir à finalMbappé ou Messi? Franceses se dividem sobre quem é melhor

Técnicos com mais vitórias na Copa do Mundo:

Helmut Schön (Alemanha): 16 vitórias em 25 jogosDidier Deschamps (França): 14 vitórias em 18 jogosLuiz Felipe Scolari (Brasil): 14 vitórias em 21 jogosZagallo (Brasil): 13 vitórias em 20 jogosJoachim Löw (Alemanha): 12 vitórias em 17 jogos

Deschamps, no entanto, é o treinador com melhor aproveitamento entre os técnicos com mais de 10 partidas na Copa do Mundo. Ele conquistou 14 vitórias, dois empates e duas derrotas em 18 partidas. Felipão chegou ao mesmo número de triunfos, mas em 21 jogos.

França domina Copa do Mundo desde que Deschamps assumiuFrança deve estender contrato com Deschamps até 2024

As únicas derrotas do técnico francês em Mundiais foram para a Alemanha, nas quartas de final de 2014, e para a Tunísia, com o time reserva, na fase de grupos da atual edição. Ambas foram por 1 a 0. O treinador tem oito vitórias em nove confrontos de mata-mata da Copa do Mundo, todas sem necessidade de prorrogação.

Deschamps, como de costume, compartilha os méritos com o elenco de sua seleção.

“Estou sempre orgulhoso quando alcançamos algo como isso, e é ótimo ter chegado à final no domingo', definiu Deschamps.

– Como treinador, estou muito orgulhoso e satisfeito com os meus jogadores. Eu realmente não penso em mim, mas é claro que aprecio o fato de termos tido esse sucesso, mas estou satisfeito por eles – disse o treinador.

Deschamps, no entanto, não vai poder igualar o recorde de Helmut Schön. Ao menos não em 2022. Com apenas a final por jogar, o francês chegaria a 15 vitórias, caso vença a Argentina. O técnico, porém, deve estender seu contrato até a Euro de 2024 com a França e projeta um ciclo completo até a Copa do Mundo de 2026.

A França venceu Marrocos por 2 a 0 nesta quarta e vai decidir a Copa do Mundo contra a Argentina, no próximo domingo, no estádio Lusail, às 12h (de Brasília). A partida tem transmissão da TV Globo, sportv e ge.



Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.
Para mais informações, consulte nossa política de cookies.