Terça, 21 de Maio de 2024
  • Terça, 21 de Maio de 2024

Membro de facção atira contra PMs no centro de São Paulo, e três suspeitos são presos

Confusão começou quando dependentes químicos arremessaram pedras, madeiras e entulhos contra os policiais

R7 / SãO PAULO | ANDRé CARVALHO, DA AGêNCIA RECORD


Dependentes atacaram policiais no centro paulistano - Reprodução

Ao menos três pessoas foram presas, suspeitas de participarem do ataque a policiais militares do 13º Batalhão, que estavam com uma viatura parada, na avenida Rio Branco, na região central de São Paulo, por volta das 16h desta quinta-feira (15).

De acordo com o delegado Major Leandro, do 7º Batalhão da Polícia Militar, os policiais faziam um patrulhamento de preservação de ordem pública no local o que irritou usuários de drogas na região.

Os usuários foram em direção à viatura onde estavam os militares e começaram a atirar pedras, madeiras e entulhos contra os agentes. No momento da confusão, um disparo de arma de fogo foi feito e atingiu a perna de um dos policiais militares.

Segundo a reportagem da Record TV, o disparo teria partido de um membro de facção criminosa.

O agente foi socorrido e encaminhado para o Hospital das Clínicas. Ele está estável e não corre risco de morrer.

A área rapidamente foi cercada por policiais da 2ª Companhia do 7º Batalhão e também policiais do BAEP, Batalhão de Ações Especiais da Polícia. A polícia conseguiu prender três pessoas envolvidas no ataque.

Policiais Civis da Seccional do centro também estão no local e realizam uma operação, em conjunto com a polícia militar, para tentar localizar os outros suspeitos do crime.

Para o delegado Fabio Daré, os usuários estão revoltados com as operações da polícia civil, militar e Guarda Civil Municipal que vem reprimindo duramente o tráfico de drogas na região. Este seria o motivo do ataque aos policiais.



Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.
Para mais informações, consulte nossa política de cookies.