Terça, 21 de Maio de 2024
  • Terça, 21 de Maio de 2024

Messi pode ser o primeiro artilheiro e líder de assistências na mesma Copa

Estatísticas de assistências são contabilizadas a partir de 1966 e Messi é o líder com oito, igual a Maradona. Pelé tem seis, mas deu pelo mais duas em 1958

GLOBOESPORTE.COM / PVC


Camisas 10 dos finalistas, Messi e Mbappé são os principais candidatos a melhor da Copa

Pelé aparece nos sites de estatísticas (besoccer.com, por exemplo) em quinto lugar no ranking de assistências, com seis, todas oferecidas na Copa do Mundo de 1970, no México. Acontece que ele deu dois passes para gols,, contra União Soviética e Suécia, em 1958. Não estão contabilizados, porque só se consideram os passes decisivos a partir de 1966. Este preâmbulo serve para mostrar que não há total segurança sobre os números de assistências. A Fifa precisa oficializar a conta e colocar alguém para documentar todos os gols, desde 1930.

Isto à parte, Messi pode ser o primeiro jogador na história das Copas a ser, oficialmente, artilheiro e líder de assistências. Desde 1966, pelos dados disponíveis, nenhum artilheiro de Mundial foi também recordista de passes decisivos. Também ninguém deu mais assistências em uma só Copa do que Pelé, em 1970: seis.

Neste momento, Messi e Mbappé dividem a artilharia da Copa com 5 gols, cada. Repetem exatamente os números de Romário e Roberto Baggio, em 1994. Os dois disputavam o título e a artilharia, em Los Angeles, mas Stoitchkov e Salenko já haviam marcado seis vezes. Agora, Messi e Mbappé, apenas eles, rivalizam pelo título individual de goleador.

Messi é também o líder de assistências com três, empatado com Griezmann, Harry Kane e Bruno Fernandes. Ou seja, disputa cabeça a cabeça com Griezmann o prêmio de melhor passador.

Há disputa ainda, mas Messi pode ser o primeiro artilheiro e líder de assistências em uma Copa do Mundo. Abaixo, as estatísticas divulgadas de artilheiros e líderes de assistências:

1930 - Artilheiro - Stáblile (Argentina) - 8 gols - Assistências - indisponível

1934 - Artilheiro - Nedjely (Tchecoslováquia) 5 gols - Assistências - Indisponível

1938 - Artilheiro - Leônidas da Silva (Brasil) - 7 gols - Assistências - Indisponível

1950 - Artilheiro - Ademir de Menezes (Brasil) - 9 gols - Assistências - Indisponível

1954 - Artilheiro - Kocsis (Hungria) - 11 gols - Assistências - Indisponível

1958 - Artilheiro - Fontaine (França) - 13 gols - Assistências - Indisponível (Didi deu 3, Pelé 2)

1962 - Artilheiro - Jerkovic (Iugoslávia) - 5 gols - Assistências - Indisponível

1966 - Artilheiro - Eusébio (Portugal) - 9 gols - Assistências - Simões e Torres (Portugal), Held (Alemanha) - 3 passes

1970 - Artilheiro - Gerd Muller (Alemanha) - 10 gols - Assistências - Pelé (Brasil) - 6 passes

1974 - Artilheiro - Lato (Polônia) - 7 gols - Assistências - Gadocha (Polônia) - 5 passes

1978 - Artilheiro - Kempes (Argentina) - 6 gols - Assistências - René Van der Kherkhof (Holanda) - 3 passes

1982 - Artilheiro - Paolo Rossi (Itália) - 6 gols - Assistências - Littbarski (Alemanha) - 5 passes

1986 - Artilheiro - Lineker (Inglaterra) - 6 gols - Assistências - Maradona (Argentina) e Rocheteau (França) - 3 passes

1990 - Artilheiro - Schilacci (Itália) - 6 gols - Assistências - Chovanec e Moravcik (Tchecoslováquia) e Giannini (Itália) - 3 passes

1994 - Artilheiro - Stoitchkov (Bulgária) e Salenko (Rússia) - 6 gols - Assistências - Hassler (Alemanha) - 5 passes

1998 - Artilheiro - Suker (Croácia) 6 gols - Assistências - Ronaldo (Brasil), Bergkamp e Jonk (Holanda), Djorkaeff (França), Verón (Argentina), Brian Laudrup (Dinamarca), El Khalej (Arábia Saudita) - 3 passes

2002 - Artilheiro - Ronaldo (Brasil) - 6 gols - Assistências - Ballack (Alemanha) - 4 passes

2006 - Artilheiro - Klose (Alemanha) - 5 gols - Assistências - Totti (Itália) - 4 passes

2010 - Artilheiro - Thomas Muller (Alemanha), Villa (Espanha), Sneijder (Holanda), Forlán (Uruguai) - 5 gols - Assistências - Kaká (Brasil), Thomas Muller, Ozil e Schweinsteiger (Alemanha), Kuyt (Holanda) - 3 passes

2014 - Artilheiro - James Rodriguez (Colômbia) - 6 gols - Assistências - Cuadrado (Colômbia), Kroos (Alemanha) - 4 passes

2018 - Artilheiro - Harry Kane (Inglaterra) - 6 gols - Assistências - Banega, Messi (Argentina), Hazard, Tielemans, Meunier (Bélgica), Coutinho (Brasil), James Rodriguez, Quintero (Colômbia), Griezmann (França), Dzyuba, Golovin (Rússia), Claesson (Suécia), Khazri (Tunísia), Carlos Sánchez (Uruguai) - 2 passes

2022 (*) - Artilheiro - Messi (Argentina) e Mbappé (França) - 5 gols - Assistências - Messi (Argentina), Griezmann (França), Harry Kane (Inglaterra), Bruno Fernandes (Portugal) - 3 passes

(*) Ainda em andamento



Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.
Para mais informações, consulte nossa política de cookies.