Terça, 21 de Maio de 2024
  • Terça, 21 de Maio de 2024

Carpini elogia atuação do São Paulo, e evita falar da arbitragem e de Abel Ferreira

Atuação da arbitragem contra o Palmeiras causou irritação em Julio Casares, presidente São Paulo

LANCE! / ESCRITO POR RAFAELA CARDOSO E RAFAEL MARSON


Diferentemente do posicionamento do presidente Julio Casares, o técnico do São Paulo, Thiago Carpini, preferiu não se envolver em polêmicas após o empate entre São Paulo e Palmeiras, por 1 a 1, no Estádio do Morumbis, pelo Paulistão. O treinador não falou sobre a atuação da arbitragem e nem do técnico do Palmeiras, Abel Ferreira.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

- Eu vi por diversas vezes toda a comissão do Palmeiras na área técnica. Tivemos em alguns momentos também, mas de maneira menos acintosa. Acho que essa regra de um peso diferente não se aplicou só fora de campo - afirmou Carpini.

Thiago Carpini usou deu momento de fala durante a coletiva de imprensa para elogiar a atuação de seus jogadores e lamentar a não expulsão de Richard Ríos por falta dura em Pablo Maia no primeiro tempo do clássico. Segundo o técnico 'foi o maior erro' da arbitragem.

- Prefiro guardar para mim o que penso da arbitragem e vamos para a próxima. Prefiro exaltar o que foi o jogo, mesmo com muitas ausências consideráveis - disse o treinador, que não contou com Calleri e Wellington Rato no Choque-Rei.

- Finalizamos antes de o Alisson fazer o gol. O Palmeiras, se bem me recordo, não teve finalização antes. Controlamos, é um adversário a ser batido. Os movimentos são muito sincronizados. Trabalhamos 15 minutos uma linha defensiva e encaixamos muito bem, fomos melhores na partida, na minha opinião - completou o treinador.

➡️ Veja os grupos e datas dos confrontos no Paulistão



Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.
Para mais informações, consulte nossa política de cookies.