Sábado, 13 de Abril de 2024
  • Sábado, 13 de Abril de 2024

Governo de MS e Ministério da Integração alinham criação de polo de irrigação no Estado

GOVMS / ROSANA APARECIDA MONTE SIQUEIRA TEIXEIRA


O Governo do Estado e o Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR) discutiram ontem (2) a criação de polo de irrigação no Estado. O assunto foi debatido em reunião virtual entre o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento (Semadesc), Jaime Verruck, o secretário-executivod e Desenvolvimento Sustentável, Rogério Beretta, e representantes da Secretaria Nacional de Segurança Hídrica (SNSH), Departamento de Irrigação (DIR), CNA, AIEMS, APAI, Sistema Famasul, Aprosoja, Inovagri, Embrapa e o diretor-presidente do Imasul, André Borges.

Hoje existem no Brasil 12 polos apoiados pelo Governo Federal, que recebem atenção especial, com ações que vão desde o repasse de recursos para o desenvolvimento da produção até o planejamento de ações e a articulação com outros órgãos.

De acordo com o Ministério, os polos são uma iniciativa voltada a apoiar e a desenvolver a produção agrícola sustentável nas regiões em que o uso da irrigação tem grande representatividade. Segundo o secretário Jaime Verruck, a irrigação tem tido forte expansão no Mato Grosso do Sul.

'Temos desafios como a oferta de energia e a logística. Mas é um projeto prioritário do governador Eduardo Riedel', salientou. Ele lembra ainda que o FCO (Fundo Constitucional do Centro-Oeste) tem linhas específicas para o setor já priorizadas.

'Os produtores podem buscar recursos do FCO para projetos', frisa Verruck. Neste ano foram mais de R$ 20 milhões em projetos de irrigação aprovados pelo FCO em inúmeros municípios do Estado como Dourados, Nova Andradina , Itaporã e Bandeirantes.

Plano estadual

De acordo com o secretário-executivo de Desenvolvimento Sustentável, Rogério Beretta, que também acompanhou o encontro, a Semadesc já prepara um Plano Estadual de Irrigação e a criação de um polo junto com o Ministério de Integração e Desenvolvimento (MIDR), será mais um passo nesta direção.

'Estamos fazendo um diagnóstico para verificar as potencialidades da atividade no Estado, e qual a região mais adequada para receber o polo de Irrigação com ajuda do Govenro federal. Por isso no encontro ficou definido que faremos um estudo sobre os prováveis locais, para depois novamente nos reunirmos com o Ministério e dar andamento neste projeto', finalizou Beretta.

Rosana Siqueira, Comunicação Semadesc



Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.
Para mais informações, consulte nossa política de cookies.