Terça, 21 de Maio de 2024
  • Terça, 21 de Maio de 2024

Suspeitos de homicídio, homens são presos em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e receptação

Criminosos são ainda suspeitos de terem cometidos tentativas de homicídio e também homicídio no ano passado

MIDIAMAX/OSVALDO SATO


Operação Cerco fechado foi realizada pela 3ª Delegacia de Polícia (Foto: PCMS)

A Polícia Civil realizou nesta quinta-feira (16) prisões em flagrante delito – por posse ilegal de arma de fogo e receptação de produto ilegal – de dois homens que também acusados pelos crimes de tentativas de homicídio e um homicídio no final do ano passado.

O primeiro homem, O. G. R., de 24 anos, foi preso pelo crime de posse ilegal de arma de fogo. Com ele foram encontrados 1 revólver calibre 380, além de 11 munições intactas.

Já o segundo, R. V. S., de 27 anos, foi preso pelo crime de receptação, tendo sido encontrado com ele um notebook furtado, uma televisão sem origem comprovada, uma balaclava e um simulacro de arma de fogo.

As prisões foram feitas no âmbito da operação denominada “Cerco Fechado” e são decorrentes de investigações finalizadas pela 3ª Delegacia de Polícia Civil.

Homicídio e tentativas

Segundo a Polícia Civil, além destes crimes, os acusados possuem acusação de três tentativas de homicídio e um homicídio consumado, que ocorreram no segundo semestre do ano passado.

As três tentativas teriam sido efetivadas por O. G. R. em companhia de um comparsa, J. H. R. O., de 23 anos. Conforme apurado, os crimes teriam sido praticados visando o domínio da região com eliminação dos desafetos dos suspeitos.

No caso do homicídio, R. V. S. na companhia de seu pai e irmão, teria consumado uma vingança motivada por agressão sofrida por este último. Após o crime, os suspeitos teriam evadido da cidade.

Nesta semana, a Polícia Civil recebeu informações sobre o retorno dos criminosos e deu cumprimento às ordens judiciais em aberto.



Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.
Para mais informações, consulte nossa política de cookies.