Quarta, 17 de Julho de 2024
  • Quarta, 17 de Julho de 2024

Investigado por roubos morre em confronto com a polícia em Campo Grande

Morto estava foragido e fazia roubos na frente de agências bancárias

MIDIAMAX/THATIANA MELO


(Nathalia Alcântara, Midiamax)

Sérgio Alves dos Santos, de 50 anos, morreu em uma troca de tiros com policiais da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos) na manhã desta terça-feira (25), no bairro Alves Pereira, em Campo Grande. Ele era investigado por uma série de roubos na região.

Segundo o delegado Edgar Punsky, há 10 dias estavam investigando criminosos que praticavam roubos com violência, e que Sérgio era um dos autores. De acordo com o delegado, Sérgio, que estava foragido, ia para frente de agências bancárias e escolhia as vítimas, principalmente idosos, para roubar.

Nesta terça, os policiais foram até a casa de Sérgio, que era conhecido como ‘Tatuagem’, ‘Louco’ ou ‘Velho’, sendo feita uma tentativa de abordagem, mas ele teria resistido e atirado contra os policiais que revidaram. Ele foi atingido por dois tiros no peito.

Sérgio tinha passagens por roubo, tráfico e furto. No matagal que há na região funcionaria uma espécie de boca de fumo. Uma moradora reclamou da situação do alto número de usuários de drogas, “está difícil ficar de porta aberta até de dia.', disse a moradora.



Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.
Para mais informações, consulte nossa política de cookies.