Quarta, 17 de Julho de 2024
  • Quarta, 17 de Julho de 2024

Operação Pantanal: relatório aponta 6 pontos de atenção e um foco ativo no 99º dia de força-tarefa

Foco ativo é observado na região do Paraguai Mirim

MIDIAMAX/GUILHERME CAVALCANTE


(Henrique Arakaki, Midiamax)

Às vésperas do centésimo dia de força-tarefa, o relatório diário do combate aos incêndios do Pantanal seguem contabilizando 6 pontos de atenção no bioma em Mato Grosso do Sul até a terça-feira (9). Há apenas um foco ativo, assim como no dia anterior.

O documento detalha que os 6 pontos de atenção estão: ao norte de Corumbá, nas regiões do Porto Sucuri e do Paraguai Mirim; a sudeste de Corumbá, nas regiões do Pantanal do Nabileque (próximo ao Buraco das Piranhas), da Nhecolândia (próximo ao Rio Taquari), e do Rio Abobral, e do Porto Rabicho. O foco ativo fica na região do Paraguai Mirim.

Conforme o Corpo de Bombeiros, as condições climáticas enfrentadas na terça-feira incluem vento com predominância Sul e Sudoeste e queda na temperatura, além de pequenas precipitações de chuva em algumas áreas do Pantanal.

A Operação Pantanal 2024 entrará nesta quarta-feira (9) em seu 100º dia, com 93 bombeiros militares, dos quais 65 estão nas equipes de combate em solo, 4 pertencem ao Grupamento de Operações Aéreas. Outros 24 compõem o SCI (Sistema de Comando de Incidentes), distribuídos em Campo Grande e Corumbá.

Além dos bombeiros militares, a Operação conta com o apoio efetivo de 64 militares da Força Nacional, além de militares das Forças Armadas (Marinha do Brasil, Exército Brasileiro e Força Aérea Brasileira), da Polícia Militar do Mato Grosso do Sul, e 233 agentes do IBAMA, ICMBio e brigadistas do PrevFogo.



Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.
Para mais informações, consulte nossa política de cookies.