Sexta, 12 de Abril de 2024
  • Sexta, 12 de Abril de 2024

Palmeiras sai na frente do Santos na decisão do Paulista Feminino

Gol de Sochor, nos acréscimos, dá vantagem do empate às Palestrinas

LINCOLN CHAVES


© Leonardo Lima/Paulistão Feminino/Direitos Reservados

Um gol nos acréscimos do segundo tempo colocou o Palmeiras à frente do Santos na final do Campeonato Paulista de futebol feminino. Neste sábado (17), as Palestrinas venceram as Sereias da Vila por 1 a 0 no Estádio Bruno José Daniel, em Santo André (SP), na partida de ida do confronto.

PRIMEIRO PASSO ✅🔥 Com gol de @patiisochor, vencemos o Santos fora de casa pelo primeiro jogo da final do @paulistaofem 🐷 #AvantiPalestrinas #SANxPAL pic.twitter.com/MDrquuY5UU

O jogo de volta será nesta quarta-feira (21), às 15h30 (horário de Brasília), no Allianz Parque, em São Paulo. A equipe alviverde tem a vantagem do empate. As alvinegras precisam ganhar por dois ou mais gols de diferença no tempo normal para ficarem com o título. Se a vitória santista igualar o placar agregado, o campeão da 30ª edição do principal estadual feminino do país sairá nos pênaltis.

As Sereias da Vila, maiores vencedoras do Paulista, com quatro títulos, buscam o troféu que não vem há quatro anos. As Palestrinas querem a segunda taça da competição, sendo a primeira desde que o projeto de futebol feminino foi retomado, em 2019. A conquista anterior foi em 2001.

No Santos, Kleiton Lima repetiu a escalação que venceu os jogos das semifinais contra o São Paulo (1 a 0 e 3 a 2). O Palmeiras teve uma mudança em relação ao triunfo de 1 a 0 sobre a Ferroviária, na partida de volta da outra semifinal, com a atacante Carol Rodrigues no lugar da zagueira Poliana. O técnico Ricardo Belli acabou recuando a volante Júlia Bianchi para a zaga, ao lado de Day Silva, enquanto Bia Zaneratto atuou como ponta de lança, tendo Carol Rodrigues e Byanca Brasil mais avançadas.

As Palestrinas iniciaram a partida marcando presença no campo de ataque, trocando passes em busca de espaços na marcação santista. Aos 19 minutos, a meia Ary Borges lançou Bia Zaneratto, que abriu para Byanca Brasil na direita e recebeu de volta na área. A Imperatriz escapou da marcação, mas foi travada por Camila Rodrigues na hora de finalizar. Já aos 23, a goleira alvinegra fez ótima defesa em chute da meia Andressinha, em bola ajeitada de calcanhar por Ary, próximo à marca do pênalti.

As Sereias conseguiram assustar, enfim, aos 29 minutos, com a atacante Cristiane, de cabeça, às costas de Day Silva, mandando para fora o cruzamento pela esquerda da meia Jane. O Verdão, porém, seguiu mais organizado e respondeu na sequência (novamente com Bia Zaneratto). Ela foi lançada em contra-ataque, ganhou da zagueira Bia Menezes e chutou da entrada da área, para outra grande defesa de Camila Rodrigues.

As anfitriãs voltaram mais ligadas para o segundo tempo. Aos dois minutos, Cristiane balançou as redes, aproveitando rebote de Amanda em chute de Jane, de fora da área, mas o gol foi anulado por falta da atacante em uma dividida com a lateral Camilinha. As Palestrinas demoraram para acordar, mas, quando o fizeram, conseguiram retomar o controle das ações. Aos 22 minutos, Carol Rodrigues acertou a trave direita, em chute da entrada da área. Na sequência, Andressinha arriscou da intermediária e mandou no travessão.

Os minutos finais da partida foram mais truncados e faltosos, com as equipes pecando nas tomadas de decisão. Aos 45, Jane teve a chance de dar a vitória às santistas, ao disparar pelo meio e ficar na cara de Amanda, mas a finalização saiu por cima. A punição veio três minutos depois. Já nos acréscimos, Bia Zaneratto chegou à linha de fundo pela esquerda e cruzou rasteiro para Patrícia Sochor. A atacante, que havia entrado minutos antes, estava livre na área e não desperdiçou, dando a vitória às Palestrinas.

Edição: Fábio Lisboa



Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.
Para mais informações, consulte nossa política de cookies.