Terça, 16 de Abril de 2024
  • Terça, 16 de Abril de 2024

Festa de título da Argentina tem lágrimas, Agüero em campo e reverência a Messi, que beija taça

Craque beijou o troféu mais cobiçado da carreira assim que recebeu a honraria de melhor jogador do Mundial; veja vídeos da comemoração em campo no estádio Lusail

GLOBOESPORTE.COM / REDAçãO DO GE


Lionel Messi recebe o prêmio de Melhor Jogador da Copa e beija a taça

Montiel converteu o pênalti, e Messi desabou. De joelhos, abraçado e referenciado pelos companheiros da Argentina, o craque deu início à festa pelo tricampeonato mundial da seleção alviceleste ainda no gramado do estádio Lusail, segundos depois do triunfo nos pênaltis sobre a França. As lágrimas tomaram conta, como quase em um desabafo.

O choro contagiou toda a delegação. O técnico Lionel Scaloni chorou a partir da confirmação do tricampeonato da Argentina. O fim do jejum de 36 anos sem conquistas de mundial gerou festa com presença de familiares ainda no gramado do estádio.

Ainda na celebração dentro do gramado após a conquista argentina, Agüero, atacante aposentado, mas que atua quase como um 27º convocado surgiu com um instrumento musical de percussão para comandar a trilha sonora que partiu das arquibancadas, lotadas por mais de 88 mil pessoas.

Mais sobre a Argentina: + Veja todos os lances da final da Copa + Di María faz gol, chora e repete decisões anteriores + Messi iguala Pelé em Copas + E bate outros recordes: confira!

A música “muchachos', tema principal da torcida no Catar, acabou sendo repetida pelos jogadores e comissão técnica no gramado. Posteriormente, a versão da banda La Mosca tomou conta do sistema de som do Lusail em meio às celebrações.

Em meio a esta cerimônia, todos os atletas da delegação trataram de reverenciar e abraçar Messi. O grande craque e ídolo de todo o elenco recebeu o carinho coletivo no último ato de Copa do Mundo.

Veja também: + Tabela completa da Copa do Mundo + Outras notícias da Argentina

A festa ganhou novas proporções a partir da premiação. Dibu Martínez, que chegou a fazer um gesto obsceno com o troféu de melhor goleiro, Enzo Fernández, melhor jovem, e Messi, melhor jogador, tiveram os nomes gritados pelo público.

Messi, aliás, viveu um dos momentos mais esperados da carreira antes mesmo de erguer o troféu. Enquanto caminhava com o troféu de destaque do Mundial, o camisa 10 deu um beijo e fez um carinho na taça da Copa do Mundo.

A festa de grandes proporções se justifica. A Argentina quebrou um jejum de 36 anos sem troféus ao conquistar o tricampeonato mundial neste domingo.



Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.
Para mais informações, consulte nossa política de cookies.