Terça, 16 de Abril de 2024
  • Terça, 16 de Abril de 2024

Goleiro da Argentina exalta título e afirma que 'o destino era sofrer'

R7 / NOTíCIAS | POR AGêNCIA EFE


Emiliano Martínez emocionado após receber medalha e pegar no troféu pela primeira vez - REUTERS/Kai Pfaffenbach - 18.12.2022

O goleiro Emiliano Martínez, um dos destaques do título da Argentina na Copa do Mundo no Qatar, comentou neste sábado que 'o destino era sofrer'. 'Tínhamos (o jogo) controlado, mas empataram a partida. Dissemos que o destino era sofrer. Fizemos 3 a 2, marcaram outro pênalti, fizeram, quase metem dois gols', comentou o jogador à televisão pública argentina.

Eleito o melhor goleiro da competição, 'Dibu' Martínez também falou sobre a disputa de pênaltis, na qual defendeu a cobrança de Kingsley Coman e quase pegou a de Kylian Mbappé. 'Poderia ter defendido a primeira também (de Mbappé), saltei mal, mas depois deu tudo certo', ressaltou.

O goleiro recordou que saiu 'de um lugar muito humilde' e que nunca houve uma Copa do Mundo com a qual 'tenha sonhado tanto'. A Argentina conquistou o terceiro título mundial ao vencer a França por 4 a 2 nos pênaltis, após um empate dramático de 3 a 3 em 120 minutos de bola rolando.



Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.
Para mais informações, consulte nossa política de cookies.