Sexta, 12 de Abril de 2024
  • Sexta, 12 de Abril de 2024

Justiça determina que Sérgio Cabral use tornozeleira eletrônica em prisão domiciliar

Expedido nesta tarde, alvará de soltura estabele que o ex-governador não tenha contato com investigados na Lava Jato

R7 / RIO DE JANEIRO | DO R7


Sérgio Cabral usará tornozeleira eletrônica em prisão domiciliar - Valter Campanato Arquivo/ Agência Brasil

A Justiça do Paraná determinou, nesta segunda-feira (19), que o ex-governador do Rio Sérgio Cabral seja monitorado por tornozeleira eletrônica ao cumprir a prisão domiciliar no Rio.

Entre outras medidas, o alvará de soltura estabelece que ele só receba visitas de parentes até 3º grau, advogados constituídos, e profissionais de saúde.

O ex-governador está proibido de ter contato com colaboradores da Justiça ou, obviamente, outros investigados, em especial da Operação Lava Jato.

Cabral também não pode promover em sua residência festas ou eventos sociais. Segundo os advogados, ele vai ficar em um imóvel Copacabana, na zona sul da capital fluminense.



Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.
Para mais informações, consulte nossa política de cookies.